Pesquisa

Próximas Leituras

Catarina Azevedo On sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Título: O Céu Está Em Todo Lugar
Autora: Jandy Nelson
Editora: Novo Conceito
Edição: 1ª (2011)
Páginas: 424
Título Original: The Sky Is Everywhere

Sinopse 
Este é um livro de estreia vibrante, profundamente romântico e imperdível. Lennie Walker, de dezessete anos de idade, gasta seu tempo de forma segura e feliz às sombras de sua irmã mais velha, Bailey. Mas quando Bailey morre abruptamente, Lennie é catapultada para o centro do palco de sua própria vida - e, apesar de sua inexistente história com os meninos, inesperadamente se encontra lutando para equilibrar dois. Toby era o namorado de Bailey, cujos sentimentos de tristeza Lennie também sente. Joe é o garoto novo da cidade, com um sorriso quase mágico. Um garoto a tira da tristeza, o outro se consola com ela. Mas os dois não podem colidir sem que o mundo de Lennie exploda... 

Resenha 
Um romance que possui certo quê de drama e diversão. É romântico sem ser meloso e leva às lágrimas sem ser exagerado. Lennie Walker, que sempre viveu à sombra de sua falecida irmã Bailey, de repente se vê perdida em sua própria vida, sozinha e confusa após a morte da pessoa que mais admirava e começa a passar por uma mudança incrível, se auto-descobrindo ao longo do livro. 

Mora com sua avó e seu tio Big, é obcecada por livros e música, além de ser uma grande clarinetista, e gostar de sair espalhando belos poemas por aí. Em certo momento da trama, Lennie vê-se confusa entre seu ex-cunhado Toby, que a consola e afasta a solidão que ela sente por ter perdido a irmã, e sente que quando está perto dele, está também perto de Bailey, ambos afogam esse sentimento de luto quando estão próximos. E entre Joe, um musicista francês, lindo e talentoso, que a faz esquecer-se de tudo e até mesmo com que ela se sinta feliz ao seu lado. 

Além disso, Lennie descobre coisas sobre sua família e coisas incríveis acontecem ao longo desse livro. Primeiramente, o que me chamou muito a atenção, foi o design interior, com algumas páginas que contém os poemas de Lennie, as imagens de onde ela os escreveu e onde eles foram encontrados, eu realmente adorei isso! 

Recomendo muito a leitura, a autora soube muito bem nos fazer interagir com os sentimentos vívidos de Lennie, nos emocionando e divertindo. É incrível, quanto mais se lê, mais vontade de devorar o livro se tem. Tenho esse livro há mais ou menos uns 4 anos, confesso que perdi as contas de quantas vezes o li e reli, mas não consigo me enjoar da história! 

O romance é uma celebração do amor, também um retrato da perda. 

"Eu deveria estar de luto, não me apaixonando..." - Jandy Nelson 

Leave a Reply

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments