Pesquisa

Próximas Leituras

Catarina Azevedo On quarta-feira, 4 de dezembro de 2013


Título: O Anjo de Hitler.
Autor: William Osborne.
Editora: Seguinte.
Edição: 1° (2013)
Páginas: 272
Título Original: Hitler's Angel.

Sinopse
Leni tem catorze anos, é austríaca, judia e muito corajosa. Refugiada na Inglaterra durante a Segunda Guerra Mundial, certo dia é convocada pelo almirante MacPherson para a missão mais perigosa de sua vida... Otto é alto, bem magro, tem olhos castanhos e vive na Inglaterra - sua família foi aprisionada pelos nazistas. Ele adora se meter em confusão e é por isso que, quando o almirante sugere que ele ajude o governo inglês numa missão ultrassecreta, ele aceita na hora. Otto e Leni são enviados à Alemanha para resgatar uma garotinha chamada Angelika. Pouco se sabe sobre essa pequena órfã misteriosa em quem a Inglaterra tanto aposta como a arma secreta que colocará o ponto final naquela guerra sangrenta. Leni, Otto e Angelika enfrentam grandes desafios, descobrem segredos importantíssimos e acabam mudando os rumos deste episódio tão marcante para a história.

Resenha
Queria começar essa resenha contando o porquê de o livro ter me chamado a atenção antes mesmo de lê-lo.
Certo dia estava eu numa livraria, simplesmente apreciando livros e procurando alguns para minha lista da Bienal do Livro – Rio de Janeiro 2013, até que encontrei “O Anjo de Hitler’’ numa prateleira. Inicialmente o nome me chamou muito a atenção, pois sou fascinada por histórias da Segunda Grande Guerra, e também a capa, mesmo que meio emborrachada (daquelas que ficam com marcas de dedos após a leitura) eu a adorei, tem tudo a ver com a história do livro, tive que imediatamente adicioná-lo à minha lista e estava louca para encontrá-lo na Bienal, que foi onde o adquiri.
Quando peguei para ler, numa sexta feira, devorei-o em algumas horas e fiquei extasiada. Me surpreendeu em todos os sentidos, fez com que eu ficasse com aquela famosa "depressão pós-leitura".
A estória, como já mencionado, se passa em torno da Segunda Guerra Mundial, tendo como protagonistas Otto e Leni, dois adolescentes que fugiram para a Inglaterra, em busca de refúgio. Ambos perderam pessoas importantes e por isso tem motivos suficientes para ajudarem a Inglaterra, quando são convocados a voltarem à Alemanha em uma missão especial.
Leni é uma garota austríaca, judia e mesmo com apenas 14 anos, se mostra muito corajosa e inteligente. Otto é um garoto alemão, alto, habilidoso e inteligente também, apesar de, como qualquer ser humano, cometer suas ‘’burradas’’ ao longo do livro.
MacPherson, o almirante que propõe a missão de resgatar uma jovem menina que passou anos vivendo em um convento na Alemanha, treina os adolescentes antes de mandá-los ao país nazista.
Ao longo da missão, Otto e Leni se afeiçoam a Angelika, a garotinha de extrema importância, que acreditam que possa ser a "chave" para a vitória inglesa na Guerra. Mas pouco se sabe a seu respeito, além de que a menininha acha que pode ser um anjo, por todos sempre falarem que ela é uma criança muito especial.
Os três passam por diversos desafios, o que faz Otto e Leni se questionarem sobre o que é certo a fazer em relação à garota, afinal, ela é apenas uma criança. Juntos, eles descobrem segredos importantíssimos e acabam mudando os rumos da missão.
Confesso que esse livro me emocionou bastante, principalmente pelo fato de os protagonistas revelarem suas identidades somente no final. É emocionante também, sentir a relação que os três passam a ter ao longo do livro.
É superinteressante ver como William Osborne consegue relacionar a estória com a história, ou seja, os personagens fictícios com aqueles que realmente viveram a Segunda Guerra, como Hitler, seus agentes, etc, e também, como o autor conseguiu trabalhar o boato de Hitler ter uma filha perdida durante a Guerra.
Claro que o livro me desapontou em alguns aspectos, achei que o final poderia ser um pouco melhor trabalhado, mas mesmo assim, um ótimo livro. Surpreendente até no fato de parecer impossível dois adolescentes como agentes secretos, mas Osborne conseguiu fluir muito bem a estória.
Enfim, uma leitura mais do que recomendada.

{ 7 comentários... read them below or Comment }

  1. Uauuuuu, Catarina. Adorei sua resenha. Estou ainda mais ansiosa para adquirir o livro. Obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, muito obrigada pelo elogio! Espero que aprecie a leitura, assim como eu, e possa dar a sua opinião sobre o livro também. ^^

      Excluir
  2. Oi, Catarina!
    Adorei a resenha. Eu também gosto muito dos livros que falam sobre a Segunda Guerra Mundial, mas sempre tenho que me preparar psicologicamente para lê-los. O Anjo de Hitler parece bem interessante. Eu já tinha ouvido falar dele. Quem sabe eu leia? (:

    Respondi um selo que vocês me indicaram, dá uma olhadinha lá no blog? Beijos.
    Livro de unicórnios

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo elogio, e espero que aproveite a leitura quando lê-lo. ^^

      Excluir
  3. Oi te indiquei para uma TAG no meu blog.
    Espero que participe.

    http://fonte-da-leitura.blogspot.com.br/2013/12/desafio-de-ferias.html

    ResponderExcluir
  4. Olá, te indiquei no meu blog para uma tag literária. Espero que não se importe.

    http://porentrelinhaseestrelas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
    Eu também tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita
    Ficarei radiante se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, saiba que sempre retribuo seguido também o seu blog. Deixo os meus cumprimentos e saudações.
    Sou António Batalha.

    ResponderExcluir